Pensamentos loucos, frases sem sentido, texto sem coesão





Por que você não é igual a sua irmã? Por que eu gosto de ser igual a mim. Por que nem gêmeos univitelinos são iguais. Por que plágio é crime! Haha. Por que eu prefiro os meus defeitos que os da minha irmã. Por que eu quero viver a minha vida e não da minha irmã. Por que ela tem o direito de ser original e eu de ser a cópia? Por que... Por que... Por que... Por que... Por que...

 São tantos motivos óbvios, e as pessoas (principalmente nossos familiares) continuam nos indagando nos cutucando. Será que a minha mãe gostaria que eu dissesse: Por que você não é igual à mãe da minha amiga que a deixa fazer tudo, ao contrário de você, que é uma chata. Aposto que não. Ela ia começar aquele discurso imenso. “Eu passei nove meses com você na barriga. Na sua idade não podia nem sair para fazer trabalho escolar. Eu já trabalhava, acordava de madrugada, e ainda tirava boas notas na escola (tá então por que eu não tenho 50 esmaltes Chanel?)”. Mais comparações. 
Como se fossemos a mesma pessoas, vivêssemos na mesma época, compartilhássemos dos mesmos pensamentos, dos mesmos gostos e vontades. Como se lidássemos com as mesmas pessoas. Nem se eu quisesse eu poderia ser igual a você mãe, ou a minha irmã. Ou aquela garota que ganhou 10 medalhas em olimpíadas de matemática e passou na faculdade para direito. Eu posso seguir exemplos, me inspirar em pessoas, mas não é você que tem escolher quem. Eu não quero ser uma juíza renomada, quero fazer jornalismo escrever para uma revista e ser blogueira. Não mãe, não quero me tornar uma Fátima Bernardes e noticiar tragédias.  Ah, eu quero ganhar 50.000.00 por mês, mas não assim. Não mãe eu não vejo problema em não ter uma religião. Não mamãe, você não entendeu, eu não vou virar ateia. Não, não quero ser mais católica, não quero alguém me dizendo como fazer sexo com meu marido. Eu não preciso aprender a cozinhar! Por que eu não gosto do papel que a mulher desempenha na sociedade. Dane-se meu (futuro) marido, meu marido é meu salário. Ninguém diz para os homens que eles tem que ser bons maridos, nem bons pais, nem saber cozinhar, nem reger uma casa. Não vou queimar sutiã na praça dos três poderes, se depender de mim eles terão que queimar cuecas! Ele que cuide das crianças, eu cuido dos negócios. Não mãe homens bombadões não fazem o meu tipo. Ah, magrelos, nerd, de all star, camisa xadrez, rock no ipod e alguma coisa na cachola. Michael Cera serve. O namorado da Juno! Ela toca guitarra, ele é inteligente. Não tenho a mínima intensão de ganhar na loteria, muito menos de casar com um velho bilionário. Por que? Por que eu quero que as pessoas olhem para mim e digam: Aquela ali se deu bem na vida, virou editora chefe da Capricho (ou superinteressante), tem um blog muuuito acessado, e acabou de abrir sua própria loja. Não mãe, não quero que eles digam: Aquela ali ganhou na loteria, e nunca mais pisou o pé aqui. O que? Ela gastou tudo e tá pobre? Bem feito! Ou... Ela acabou de lançar um livro, e agora foi nomeada editora chefe na Capricho. Deve ter subornado o presidente da abril.

 O texto era para ter sido uma coisa, mas acabou virando outra. Enfim, virou uma coisa bem estranha.


5 Não calaram a boca:

Apenas Luana disse...

Menina, como que conseguiu descrever exatamente o que eu sinto? Nossa senhora, estou de boca aberta.
Eu odeio essas comparações no estilo: "no meu tempo, sobremesa era coisa de festa, ninguém tinha computador e quando tirava nota baixa tinha palmatória!" Ok, mas não estamos mais no seu tempo. Eu não nasci para ficar em pé de fogão, de jeito nenhum. Eu não quero limpar a casa e cozinhar. E acho totalmente injusto o jeito que meu irmão almoça e vai jogar PS3 e eu tenho que ficar para enxugar a louça! Não que eu me incomode em dar essa pequena ajuda, mas por que ele não pode dar também? Quero soar muito para conseguir o que eu quero, porém sei que quando conseguir, não vai ser por ter dado o golpe do baú ou por ser super dotada, e sim por meu esforço.
ADOREI O TEXTO, enfim... Parabéns de verdade!

Raphaele C. disse...

Woooow. É a primeira vez que alguém me diz isso. Luanna você nem faz idéia de como isso me deixa feliz, saber que alguém se identificou com um texto meu... hihi'


Obrigada! Beijos. :'*

ÉPOCA BOUTIQUE disse...

QUE TEXTO ÓTIMO MENINA!!!
AMEIIIIIIIIIIIIIII...
Adorei o blog e estou seguindo, vou amar que tu faça parte do meu cantinho tb!
PARABÉNS pelo texto...
Bjoks
Pri

www.epocaboutique.blogspot.com

Raphaele C. disse...

Obrigada! :')

luanaAraújo - Apenas Luana disse...

Flor, peguei esse texto e coloquei na seção Texto Alheio do meu blog(claro, com os links, direitos autorais e tals). Caso se incomode, é só falar que eu entendo!

Postar um comentário

Por favor, os comentários só serão aceitos se estiverem dentro das "normas" de ética. O que envolve:

- Não seja desagradável, tudo bem fazer criticas mas evite o uso de linguagem chula, depreciação, pré-conceito e tudo aquilo que você sabe ser errado.

- Evite,por que além de ser chato é feio para sua imagem, pedir que o Bloggeiro visite seu Blog. Com mensagens: " Legal seu Blog, visita o meu?" e etc. Um comentário bem feito e com conteúdo vai chamar muito mais atenção que súplicas. Aliás fazer súplicas só espanta visitas.

É só isso. Obrigada por comentar!

 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...